Quando devo me preocupar com a dor de cabeça?

Atualizado: 2 de Jun de 2020


A dor de cabeça (ou cefaleia) pode ter várias causas: desde causas facilmente identificáveis como presença de infecção, tumor ou sangramento, até uma disfunção própria do encéfalo com enxaquecas ou as chamadas cefaleias tensionais. O neurologista é o especialista que faz a investigação adequada e fornece o tratamento apropriado de acordo com a causa.



Mas para saber quando devemos nos preocupar a ponto de procurar um neurologista, devemos nos atentar para as seguintes características da dor de cabeça ou a presença dos sinais/sintomas associados a ela, como os descritos abaixo:



  • Dor de cabeça súbita, explosiva, que começa de uma hora para outra ou piora rápido atingindo seu pico em poucas horas ou menos;

  • Dor intensa, podendo ser a pior já sentida na vida;

  • Dor diferente de qualquer outra já sentida (mudou a frequência, a localização ou a intensidade)

  • Dor que só piora ao longo dos dias, sem períodos de melhora;

  • Dor de cabeça nova ou recente em pessoas acima de 50 anos;

  • Dor de cabeça relacionada a esforço físico;

  • Dor de cabeça que aparece ou piora ao deitar-se;

  • Dor de cabeça que acorda o paciente à noite;

  • Trauma recente da cabeça;

  • Dor de cabeça que não melhora com medicamentos analgésicos comuns;

  • Presença de outro sintoma associado à dor de cabeça: sonolência, pescoço rígido, fraqueza ou paralisia em uma parte do corpo, alteração da pressão arterial, alteração da visão, convulsão, febre;

  • Presença de outras doenças como: imunodeficiência, câncer, história de transplante, diabetes descompensado, distúrbio de coagulação, doenças reumáticas, uso de anticoagulante ou medicações que reduzem a imunidade.



Se a dor de cabeça ocorrer por vários dias no mesmo mês (15 dias ou mais de dor ou pelo menos 8 dias de dor mais intensa no mês) e esse padrão se mantiver por pelo menos 3 meses, também pode ser um bom motivo para procurar um neurologista.


O especialista fará o ajuste adequado da sua medicação com o objetivo de melhorar a dor e por consequência, a qualidade de vida.


154 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo