Cuidados que você deve ter com portadores de Alzheimer

Atualizado: 8 de Mai de 2020

Em todo o mundo existem cerca de 30 milhões de pessoas com a doença de Alzheimer, sendo a maioria com mais de 60 anos. Por se tratar de uma doença delicada e sem cura, o paciente necessita de cuidados específicos para ter uma vida saudável e com o maior conforto possível.



Uma pessoa portadora de Alzheimer deve receber cuidados em tempo integral. Familiares, cuidadores, enfermeiros e outros profissionais, mesmo fora do ambiente hospitalar podem encarregar-se de detalhes como alimentação, ambientação do paciente e outros aspectos que podem melhorar a vida do portador.


O Núcleo de Estudos do Envelhecimento da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), na Bahia criou um manual com dicas para serem aplicadas no dia-a-dia visando orientar as pessoas responsáveis por cuidar dos doentes de Alzheimer. Selecionei as que você deve prestar mais atenção, confira:


Evitando quedas em casa:

  • "Conserve objetos de uso cotidiano sempre no mesmo lugar e com fácil acesso

  • Evite produtos que deixem o piso escorregadio, além de tapetes e capachos

  • Deixe os locais de circulação livres

  • Ilumine todos os cômodos da casa

  • Evite que o idoso use chinelos e sapatos com sola lisa, desamarrados ou mal ajustados

  • Eleve a altura das cadeiras, poltronas, camas e vasos sanitários

  • Utilize corrimão em escadas"


Diminuindo a agitação:

  • "Não receba muitas visitas em casa de uma só vez

  • Evite barulhos, ruídos, sons muito altos e discussões em casa

  • Evite mudanças bruscas na rotina do paciente

  • Crie distrações, busque novos assuntos, acaricie e abrace a pessoa

  • Fale tranquilamente e não discuta com o paciente

  • Peça ajuda ao médico, caso não consiga acalmar o idoso

  • Cuidados simples podem aumentar qualidade de vida de pessoas com Alzheimer"


Evitando desequilíbrios na saúde:

  • "Busque orientação de um nutricionista sobre a dieta adequada nos diferentes estágios da doença

  • Mantenha uma rotina de horário e local para as refeições

  • Varie refeições e as ofereça em pequenas porções em pequenos intervalos

  • Ofereça em média oito copos de líquidos por dia (chás, água, sucos etc.)

  • Ofereça alimentos com consistência adequada às possibilidades de mastigação

  • Cuide da higiene bucal e leve o idoso ao dentista periodicamente"


Evitando acidentes no banho:

  • "Cadeira ou banco para o idoso tomar banho sentado

  • Barra de apoio ao lado do vaso sanitário

  • Piso antiderrapante

  • Suporte de sabonete

  • Chuveiro ajustável

  • Alças ou barras de apoio nos boxes

  • Porta do banheiro sem trincos e sem chaves"


Evitando estresse:

  • "Não trate a pessoa como uma criança nem fale dela como se estivesse ausente

  • Cheque aparatos como óculos, aparelhos de surdez e mesmo próteses dentárias

  • Fale de maneira suave e pausada, transmitindo segurança

  • Escolha palavras simples, frases curtas e tom de voz amável e tranquilo

  • Chame a pessoa pelo nome e segure sua mão enquanto conversam

  • Dê tempo suficiente para respostas a perguntas e demonstre que compreendeu

  • Evite discutir e dar ordens. Fale sempre no positivo, dizendo-lhe o que pode e o que deve fazer"


Com esses e outros cuidados simples, é possível que o paciente leve uma vida mais tranquila e consiga lidar melhor com a doença. É também sempre muito importante estabelecer uma rotina para acompanhamento especializado, para que os sintomas da doença sejam controlados da melhor maneira possível.

80 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo